Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

“A Força do Querer” e Pabllo são destaque em reportagem do NY Times sobre comunidade LGBT

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Texto diz que cantora de

Texto diz que cantora de "Sua Cara" se tornou um “emblema do gênero fluido” no país

Fonte: Reprodução/Instagram

O tradicional jornal norte-americano The New York Times publicou uma reportagem especial neste sábado (7) em que destaca como o entretenimento brasileiro tem sido influenciado pelas lutas sociais da comunidade LGBT. Com o título Transgender Brazilians Embrace Hit Soap Opera: “Now You Can See Us” (em tradução literal, Transgêneros Brasileiros Abraçam Novela: “Agora Vocês Podem Nos Ver”), o texto ressalta a importância de a temática ser discutida na produção global A Força do Querer e ainda comenta a explosão da cantora Pabllo Vittar.

“Enquanto o Brasil desenvolveu uma reputação inclusiva em políticas sociais durante os 13 anos em que foi comandado pelo Partido dos Trabalhadores, ciclo encerrado no ano passado, o país continua de muitas maneiras sendo uma nação conservadora, onde ativistas dizem que gays e transgêneros enfrentam estigmatizações e violência”, afirma.

O jornal então relata o dia a dia das moradoras da Casa Nem, abrigo para travestis e transgêneros sem-teto criado no Centro do Rio de Janeiro. Em seguida, coloca declarações da autora Glória Perez e da atriz Carol Duarte, responsável na trama por interpretar o personagem Ivan, homem trans que atualmente realiza sua transição.

“A novela é um reflexo da sociedade brasileira”, disse a escritora, alegando que sua intenção era criar um papel com que o público desenvolvesse empatia. “Era a hora de falar sobre isso”, concluiu. “E a reação tem sido muito positiva. As pessoas torcem para que o Ivan encontre sua felicidade”, completou Carol.

A reportagem segue contando que outro representante da cultura LGBT no país é a cantora Pabllo Vittar, que se tornou “amada entre muitos brasileiros” e um “emblema do gênero fluido”.

“Cantados em soprano nasal, os hits da artista se tornaram hinos não oficiais para a comunidade lésbica, gay, bissexual e transgênero do Brasil. Um dueto que gravou recentemente com Anitta, uma das maiores estrelas pop do país, quebrou um recorde de visualizações do YouTube e três canções da cantora ficaram recentemente entre as cinco mais tocadas no Spotify”, diz.

Vale lembrar que Pabllo já participou de um capítulo da novela. Na ocasião, apresentou o single Corpo Sensual ao lado da travesti Elis Miranda, personagem interpretada por Silvero Pereira.

O texto completo, em inglês, pode ser lido neste link.

Tags da Pan

Comentários