Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

Wanessa defende Aécio Neves, investigado na Lava Jato: “como pessoa, é maravilhoso”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Wanessa no Morning Show - 11/05/2017

Wanessa garante que retorno ao sertanejo não é por “moda”

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Wanessa garante que retorno ao sertanejo não é por “moda”

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Wanessa garante que retorno ao sertanejo não é por “moda”

Wanessa Camargo foi uma ferrenha aliada de Aécio Neves nas eleições de 2014, participando da campanha do candidato do PSDB, que foi derrotado por Dilma Rousseff. Após a chegada da Lava Jato, o líder tucano no senado começou a ter seu nome envolvido em diversos casos de corrupção. No Morning Show desta quinta-feira (11), a cantora defendeu o seu padrinho de casamento, afirmando que ele é uma pessoa maravilhosa, mas caso seja confirmado o envolvimento do político nas denúncias, que seja punido.

“O Aécio é meu padrinho de casamento, conheço a pessoa e ele é incrível. Nunca estive perto do trabalho dele, mas vi o que ele fez em Minas Gerais e as pessoas que conversei elogiam muito”, disse.

A filha de Zezé Di Camargo chegou a ir na TV pedir voto para Aécio e foi questionada pela bancada se rolou algum arrependimento por ter participado ativamente da campanha do presidencial do amigo após ver o nome do tucano na Lava Jato. Wanessa garantiu que votou em Aécio por conta de suas propostas e que se ele fez algo de errado, tem que pagar.

“Em cima das propostas, eu votaria nele. A gente tem que investigar e se ele fez algo errado, terá que pagar por isso. Eu como pessoa pública, quando acredito muito em algo eu preciso me pronunciar”, explicou.

Tags da Pan

Comentários