Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

Sucesso com "Cruel", Nina Fernandes revela emoção em ver sua música em novela

por Jovem Pan, . - Atualizado em

A cantora de 18 anos é uma das novas vozes da música nacional

A cantora de 18 anos é uma das novas vozes da música nacional

Fonte: Divulgação

Nina Fernandes é uma das cantoras do momento. Com apenas 18 anos e iniciando a carreira musical, a jovem já viu a sua música “Cruel” fazer muito sucesso em uma novela global, a produção das 18h,“Tempo de Amar”. Em conversa ao Morning Show, ela revelou ter ficado muito emocionada quando o diretor Jayme Monjardim quis usar sua composição na novela.

“Fiquei histérica quando fiquei sabendo que ia para a novela das 18h. Historicamente as novelas desse horário foram marcantes para mim. Fiquei sabendo pela gravadora e o Jayme Monjardim fez um link. Fiquei emocionada em saber que ele tava ouvindo minha música. Só de saber que tinha reparado na minha canção fiquei animada. A gente só acredita vendo e a emoção de ver na TV é outra coisa. Fiquei muito feliz”, conta.

Fernandes lançou o seu primeiro EP em outubro de 2017, trazendo o hit “Cruel” entre as as cinco faixas que formam o material. Sob o selo Slap da Som Livre, Nina explicou o que a fez querer focar primeiramente em um extended play ao invés de um álbum completo. Para ela, a era digital pede algo mais simples, principalmente vindo de artistas novos.

“A gente vive numa era muito digital e vendo essas estatísticas, o EP é mais bem recebido do que um álbum cheio, ainda mais para uma artista nova. Você dá tempo para conquistar e para ele ver o que funciona e não funciona”, diz.

Agora com seu nome na boca do povo com o sucesso de “Cruel”, Nina planeja trabalhar em um álbum de inéditas e também em casar a experiência musical com a visual.

Os próximos passos é completar esse álbum, nessa vibe do pop e com influências internacionais”, apontou. “Adorei esse processo de combinar música com parte visual e a Cruel me deu uma paixão de focar nisso do visual. Pretendo combinar essas duas coisas”, completou.

Tags da Pan

Comentários