Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

SPFW vem evoluindo no conceito de diversidade, garante modelo

por Jovem Pan, . - Atualizado em

A modelo vê o espaço na moda crescendo para todos, eliminando o esteriótipo de aceitar apenas pessoas muito magras

A modelo vê o espaço na moda crescendo para todos, eliminando o esteriótipo de aceitar apenas pessoas muito magras

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

A São Paulo Fashion Week 2017 contou com uma grande polêmica, quando na última terça-feira (29), o rapper e estilista Evandro Fióti, irmão de Emicida, foi barrado por um segurança quando tentava ir para o desfile de sua marca, a LAB – Laboratório Fantasma, tratando a atitude como uma manifestação de racismo. Nesta sexta-feira (1), a modelo Barbara Berger afirmou ao Morning Show que a organização do evento vem buscando inserir o conceito de diversidade em seus desfiles e lamentou o ocorrido.

“É uma tendência mundial de colocar pessoas diferentes, belezas diferentes. É negro, asiático, índio, tudo num conjunto. A SPFW vem evoluindo nesse conceito. Tem plus size, mulheres mais velhas. É importante falar da diversidade e abrir caminhos, mostrando que a moda é para todos”, disse.

Para ela, ainda há muito o que crescer no quesito de respeito às diferenças no Brasil. Berger destaca que mesmo entre as modelos existe um preconceito de sempre ficar procurando defeitos no corpo uma da outra.

“Tem que abrir esse leque e tem muito para evoluir e crescer. As pessoas precisam se respeitar mais. Falta muito respeito e carinho. As próprias mulheres às vezes se julgam tanto. Todo mundo sabe como é difícil manter um corpo saudável. As mulheres ao invés de olhar para o biquíni ficam reparando na bunda, se tem estrias”, acrescentou.

Com as marcas engajadas em mostrar uma visão saudável de desfiles de moda, Berger aponta que o mercado da moda vem se expandindo, criando espaço para que todos possam mostrar o seu trabalho.

“Tem mercado para todos sim. Tem que saber aonde você se encaixa e onde quer ir. Eu nunca fui modelo que posa para Victoria’s Secret. Sou uma modelo diferente, não é o meu perfil. Tem meninas plus size que estão trabalhando bastante. Você pode fazer passarela, fazer apenas fotos de beleza. Tem que saber o seu caminho e o do seu corpo”, completou.


Tags da Pan

Comentários