Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

“Militante travestido de jornalista”, diz Danilo Gentili sobre repórter

por Jovem Pan, . - Atualizado em

O humorista divulgou o vídeo da entrevista com o jornalista da

O humorista divulgou o vídeo da entrevista com o jornalista da "Folha de S. Paulo" para se defender

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Danilo Gentili se envolveu numa polêmica com o repórter Diego Bargas, da “Folha de S. Paulo” na última semana, em entrevista sobre o seu novo filme, “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola”. No Morning Show desta segunda-feira (16), o humorista e o diretor da produção, Fabrício Bittar criticaram o profissional de imprensa, afirmando que ele era um “militante travestido de jornalista”.

“Estávamos dando entrevistas sobre o filme num hotel e quando o repórter entrou, ele sequer falava sobre o filme. O Fabrício com mais paciência do que eu, respondeu tudo. Esse era o pior repórter da redação”, brincou.

Após receber críticas do jornalista, Gentili divulgou o vídeo da entrevista na íntegra para que os internautas pudessem tirar suas próprias conclusões. Após isso, a “Folha” decidiu desligar Bargas de seu quadro de funcionários. Danilo afirmou que só compartilhou o vídeo por ter achado a matéria do rapaz desonesta.

“Ele perguntou porque não convidamos o Alexandre Frota e a Raquel Sheherazade para participar do filme, isso não tem sentido algum. Ele sempre perguntava com um tom polêmico. Eu estava muito mal de saúde naquele dia e deixei o Fabrício responder tudo. Eu tinha tudo gravado e não ia postar, só fiz porque ele foi desonesto e mentiu no seu texto”, explicou Gentili.

O apresentador do “The Noite” reiterou que o jornalista tinha diversas publicações em suas redes sócias defendendo o PT e a esquerda, afirmando que ele era um militante travestido do jornalista.

“O cara é militante partidário, tinha postagens militando para o PT. Eu sou um cara que está na lista negra do PT. Aí depois dizem que liguei na ‘Folha’ para pedir a cabeça do cara, como se eu tivesse moral por lá. É um jogo que eu nunca ganho, se o cara inventa que fui escroto e não falo nada, fica essa versão. Se posto, fica como se eu tivesse feito para acabar com a imagem dele. Na primeira pergunta já sabia onde ele queria chegar. Existem militantes vestidos de jornalistas”, apontou.

Tags da Pan

Comentários