Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

“Guia Politicamente Incorreto” rebaterá Santos Dumont como pai da aviação

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Felipe Castanhari e Leandro Narloch encabeçam o projeto do canal History

Felipe Castanhari e Leandro Narloch encabeçam o projeto do canal History

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

O livro “Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil” foi um grande sucesso de vendas e deu grande visibilidade para o autor, Leandro Narloch. Neste sábado (21), o canal History exibirá a série que serve como uma extensão da obra, o “Guia Politicamente Incorreto”. No Morning Show desta sexta-feira (20), Narloch e o apresentador do projeto, o youtuber Felipe Castanhari, afirmaram que cada episódio jogará gasolina para todo lado e uma dessas polêmicas recai sobre Santos Dumont.

Narloch e a produção, por exemplo, foram aos Estados Unidos provar que os irmãos Wright realmente foram os responsáveis pela criação da aviação e não o brasileiro Santos Dumont.

“Fomos aos EUA e falamos sobre os irmãos Wright. Em 1905 teve um voo dos irmãos Wright que durou 45 minutos. Só não durou mais porque acabou o combustível. O de Santos Dumont só foi por alguns metros e foi apenas em 1909”, confirmou o jornalista. Castanhari acrescenta que isso não tira a importância de Dumont na história brasileira e mundial.

“É engraçado, na minha concepção estava bem estabelecido. Isso não tira a importância do Santos Dumont na história. Ele só não inventou o avião. Pelo menos o avião que nós conhecemos”, completou.

Sem medo de tocar na ferida de assuntos polêmicos, o programa desvendará dúvidas da história, tudo com uma linguagem mais despojada e atrativa.

“A linguagem da série está bem internet. Linguagem e edição rápidas e tem uma linguagem nova, que condiz muito com o que faço no Youtube. A galera que me curte no Youtube vai gostar desse programa na TV. É uma evolução na linguagem de documentário. Eu sou um fio condutor para as polêmicas”, explicou Castanhari.

Narloch vê muitas pessoas enxergando a história do Brasil como um “novelão”. Ele garante que os fatos históricos do país são muito mais legais do que apenas olhar para a exploração de Portugal.

“Normalmente temos uma visão de novelão sobre a história. O mesmo roteiro serve para países diferentes. A história é mais legal do que apenas exploração no Brasil. Os jesuítas tinham dificuldades para conter os índios, pois eles queriam desfrutar das novidades”, exemplifica.

Tags da Pan

Comentários