Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

Fernanda Takai comemora liberdade de seu novo álbum solo: “todas as escolhas são minhas”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Fernanda Takai no Pânico

Fernanda Takai no Morning Show

Fonte: Jovem Pan

Fernanda Takai no Morning Show

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fonte: Jovem Pan

Fernanda Takai no Morning Show

Fernanda Takai, conhecida pelo enorme sucesso da banda Pato Fu, da qual é vocalista, está prestes a lançar seu terceiro álbum solo, “Na Medida do Impossível”. Com produção de seu marido e parceiro de grupo, John Ulhoa, ela comemorou a liberdade que o trabalho lhe permite.

“Quando eu faço um disco solo, todas as escolhas são minhas, desde a música até a foto da capa. A democracia artística de uma banda às vezes me impede de algumas opções. Eu sou completamente imperialista no meu trabalho solo”, disse, em tom de brincadeira.

No trabalho inédito, o primeiro com canções próprias, Fernanda terá diversas parcerias – algumas um tanto inusitadas. ”Eu tinha uma lista de convidados ideais e todos aceitaram. Pitty fez uma música comigo, Marina Lima e Marcelo Bonfá. Cantando, há Samuel Rosa e o Padre Fábio de Melo”.

O dueto inusitado com o “Padre Pop”, veio de uma música de primeira comunhão que marcou a infância de Takai. “Avisei que seria um arranjo diferente, e ele disse que confiava plenamente em mim”, falou.

Fernanda ainda explicou a dedicatória do álbum para sua mãe: “eu quis dedicar à minha mãe porque ela está viva, é importante mostrar o quanto as pessoas significam para nós enquanto elas estão com a gente, não quando já se foram”.

Na época da Copa, Takai fez muito sucesso com sua música “Mostra tua força, Brasil”, ao lado de Paulo Miklos, para o comercial de um banco. “Eu sabia que ia ter exposição, mas não sabia que ia ser uma canção querida pelas pessoas. Ela é muito emocionante. Às vezes quando a gente grava, percebe algo de diferente. Pena que no final... pelo menos a parte musical foi bem representada”, brincou, fazendo referência ao fiasco da Seleção.

Sobre a sua parceria com o marido John, Fernanda foi taxativa: “não sabemos trabalhar de outra forma, mas fazemos de um jeito produtivo e pouco conflituoso. Ele sabe o tipo de música que eu gosto, ele tem composto coisas especialmente para mim. Eu puxo mais para o lado pop, ele respeita muito isso”.

Tags da Pan

Comentários