Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

Clássicos

Raul Seixas

Biografia

Biografia

Santos Seixas nasceu em Salvador, em 28 de junho de 1945. De família classe média, esse baiano falava inglês perfeitamente, amava literatura, filosofia, metafísica e ontologia.

A música surgiu na sua vida devido à dificuldade de se tornar escritor no Brasil. Raul usou a música para se comunicar, dizer o que pensava, já que não o pôde fazer através da literatura. Parcerias polêmicas, questionamentos surpreendentes, pensamentos magicistas são algumas características que definem Raul.

Ouvia Luiz Gonzaga, Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Fundiu o tal rock'n roll com todas as variações rítmicas brasileiras: do xote ao baião, ajudando a criar a cara do rock nacional. Raul falava dele mesmo; tudo o que ele disse ou cantou eram coisas em que ele acreditava. Era, acima de tudo, sincero.

Sobre sua a juventude, ele mesmo descreve: "nasci em 1945, no final da guerra, portanto minha juventude foi uma juventude pós-guerra necessariamente. Comecei a usar cabelo de James Dean, blusão de couro e beber Cuba Libre, o que espantava meus pais burgueses de classe média."

Bebia escondido dos pais, montava em sua lambreta e perambulava pelas ruas de Salvador. Juntou-se com mais três rapazes e formaram a banda As Panteras, que em 1960 era a banda de rock mais popular da Bahia. O grupo grava um LP, que é um fracasso em vendagem. Isso faz com que Raul deixe o Rio e volte para Salvador.

Persistente como ele só, continua compondo, trabalhando, até a hora em que pensou: "agora é hora de mudar o mundo!". A controvertida "Sociedade Alternativa" não agradou os governantes e Raul foi preso e torturado pelo DOPS, tendo que deixar o País. Mas a canção 'Gita' o traz de volta. E aí começa a completa consolidação do seu trabalho.

A história de Raulzito é construída por 21 LPs, dezenas de compactos, contratos em todas as maiores gravadoras do país, um livro, "As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor", cinco mulheres, três filhas, muitos problemas pessoais e, finalmente, o alcoolismo, que lhe rendeu uma pancreatite aguda, levando-o à morte em 21 de agosto de 1989.

Suas ideias continuam nas mentes, suas músicas continuam a ser cantadas... ninguém tão mágico, místico, louco, sincero podia ser meramente esquecido. Se alguns, mesmo assim, ainda quiserem esquecê-lo, casas culturais, praças, ruas e viadutos o farão lembrar dessa figura e homem que foi Raul Seixas.

Curiosidades

Curiosidades

- Raul Seixas participou de um programa infantil da TV Globo como o carimbador maluco, cantando PLUMCT PLACT ZUMM na década de 80;

- Ainda pequeno, Raul morava perto da Embaixada Norte-Americana em Salvador, onde conheceu vários garotos norte-americanos e aprendeu a falar inglês fluentemente;

- Esses garotos mostraram vários discos de rock para Raul, como Elvis Presley, Chuck Berry etc...;

- No livro "AS VALKÍRIAS", Paulo Coelho fala de Raul Seixas e do pacto que os dois fizeram com o demônio;

- O pai de Raul viajava a Bahia inteira inspecionando as estações de trem; talvez seja por isso que o "trem" seja uma presença tão forte nas músicas de Raul;

- Em 1980, Raul lançou o disco 'Abre-te Sésamo' no programa do Chacrinha: "Alou, tenção! Chegou aqui um louco chamado Raul Seixas" Aplausos por favor", disse Chacrinha;

- Quando criança, Raul passou todo seu tempo preso no quarto lendo livros de ficção e filosofia: Dom Quixote, Ensaios sobre Astronomia, O Tesouro da Juventude e as histórias de Júlio Verne não saíam de sua cabeça;

- Enquanto produtor da gravadora CBS, Raul produziu os discos de Jerry Adriani, Renato e seus Blue Caps e Trio Ternura;

- Durante o regime militar, Raul foi preso e torturado no DOPS, sendo então convidado a se retirar do país;

- Raul viveu com cinco mulheres em vários momentos de sua vida: Edith Wisner, Glória Vaquer, Tânia Mena Barreto, Kika (Ângela) Seixas e Lena Coutinho;

- A música "Óculos Escuros", a famosa "Como vovó já dizia", foi recusada pelos censores duas vezes, por volta de 1974, na Ditadura Militar;

- Entre 30 de julho e 13 de setembro de 1987, Raulzito esteve em tratamento de desintoxicação em Vila Serena, São Paulo;

- Na adolescência, despertou o interesse pela música de Luiz Gonzaga, Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Levado por uma necessidade de "dizer as coisas" funda em 1960 o grupo Os Panteras;

- Por causa da sua "Sociedade Alternativa" ele é convidado a sair do país;

- Teve cinco mulheres, três filhas, muitos problemas pessoais e, finalmente, o alcoolismo que lhe rendeu uma pancreatite aguda, levando-o à morte em 21 de agosto de 1989.

Discografia

Discografia
1968 - Raulzito e os panteras - ODEON
1971 - Sociedade da Grã-Ordem Kavernista "apresenta" Sessão das 10. - CBS
1973 - Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock. - POLYFAR
1973 - Krig-há, Bandolo! - PHILIPS
1974 - Gita - PHILIPS
1975 - 20 Anos de Rock - PHILIPS
1975 - Novo Aeon - PHILIPS
1976 - Há dez Mil Anos Atrás - PHILIPS
1977 - Raul Rock Seixas - FONTANA
1977 - O Dia em que a Terra Parou - WEA
1978 - Mata Virgem - WEA
1979 - Por quem os sinos dobram - WEA
1980 - Abre-te Sésamo - CBS
1981 - O Melhor de Raul Seixas - WEA
1982 - A Arte de Raul Seixas - FONTANA
1983 - O Segredo do Universo - ELEKTRA
1983 - Raul Seixas - E. ELDORADO
1983 - O Pacote Fechado de Raul Seixas - ELENCO
1983 - Os Grandes Sucessos de Raul Seixas - FONTANA
1984 - Raul Seixas Ao Vivo - Único e Exclusivo - E. ELDORADO
1984 - Metrô Linha 743 - SOM LIVRE
1985 - Let me Sing My Rock And Roll - RAUL ROCK CLUB
1985 - Raul Rock Vol. 1 - FONTANA
1986 - Raul Rock Vol. 2 - FONTANA 1986 - Caminhos - PHILIPS
1987 - Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum! - COPACABANA
1988 - A Pedra do Gênesis - COPACABANA
1989 - A Panela do Diabo - WEA

Raul Seixas

Raul Seixas

Fonte: None

Raul Seixas

Raul Seixas

Fonte: Divulgação

Raul Seixas

Raul Seixas

Fonte: Divulgação

Raul Seixas

Raul Seixas

Fonte: Divulgação

Raul Seixas

Raul Seixas
Raul Seixas
Raul Seixas
Raul Seixas